Warning: include(/home/storage/3/7c/7f/trancatrilha/public_html/wp-content/upgrade/login.php) [function.include]: failed to open stream: No such file or directory in /home/storage/3/7c/7f/trancatrilha/public_html/wp-settings.php on line 384

Warning: include() [function.include]: Failed opening '/home/storage/3/7c/7f/trancatrilha/public_html/wp-content/upgrade/login.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/pear') in /home/storage/3/7c/7f/trancatrilha/public_html/wp-settings.php on line 384
Tranca Trilha » Por que fazer trilha?

Por que fazer trilha?

POR QUE FAZER TRILHA?

Esta pergunta desperta curiosidade em diversas pessoas. Uns acham que somos um bando de loucos desvairados correndo sem destino, subindo e descendo montanhas ou então se cobrindo de lama, outros acreditam que sejamos simplesmente aventureiros ou desocupados, sem ter mesmo o que fazer nos finais de semana.

São muitos os motivos a descrever nessa imaginação popular e por isto mesmo frequentemente somos abordados sobre porque gostamos tanto deste esporte. Díficil mesmo é descrever algo que você sente á alguém que não conhece as sensações que só nós podemos perceber. Na tentativa de elucidar rapidamente os questionamentos, por vezes resumimos dizendo simplesmente que a “adrenalina é forte”, que “é prazeroso”, que “distrai” e por aí vai….

Muitas são as razões a enumerar nessa busca em conceituar o esporte. Estamos certos que não esgotaremos o tema, este texto será apenas uma pequena contribuição.
Uma das coisas logo observada, de cara mesmo é a solidariedade: impossível fazer trilhas sozinho. Sempre estamso precisando um dos outros, seja um empurrãnzinho aqui ou alí… Uma moto a ser rebocada ou consertada, uma barra de cereal a ser dividida, coisas da trilha.
Inimaginável mesmo é visualizar onde nossas “magrelas” são capazes de chegar. São montanhase vales que nos permitem um contato direto com a natureza puríssima, desfrutando do seu aroma perfumado e híper diversificado. Um presente no olhar, na contemplação do belo nos mais altos penhascos, nas matas e sem falar na invejável sensação do cachorro na janela do carro, com aquele vento na cara… Demais.
Interessante também são os desafios dos percursos. Difícil acreditar que se possa vence-los, transpassá-los. Contudo, nas tentativas incessantes, superando os impactos negativos, os medos,e lançando impetuosamente sob os obstáculos finalmente os vencemos de forma impressionante.
Percebemos com esta façanha que a vida é assim, similar as trilhas, e da mesma forma que nas trilhas, o dia a dia é recheado de desafios. Neste contextoo esporte nos encoraja e impulsiona a lutar e nunca desistir das metas e projetos propostos na caminhada da existência.
Apesar de parecerem difíceis, a experiência nos mostra que o segredo é sempre acreditar e acreditar. É ou não é verdade? Antes de subir um morrão, você tem primeiro que acreditar que vai subir, para depois acelerar a moto.
Alguém já me disse que este esporte deveria ter o nome de “No Limite”, haja visto que por vezes esgotamos todas energias possíveis.
Difícil acreditar que estando no lombo de uma moto, alguém iria se esgotar desta maneira. A verdade é que depois de 8 horas de trilhas, passando pro vários obstáculos, a magrela começa a agigantar-se, parecendo mais pesada. É aí que surge um diferencial: quando o HOMEM completo começa a ressurgir.
Nesse momento hé um alinhamento, uma convergência de objetivos e o ser “TRICÓTOMO” (composto de Corpo Alma e espírito) começa a expressar de forma magnífica, onde o corpo sem energia busca força no seu EU interior que o impulsiona a seguir avante culminando no sonhado objetivo final.
Penso que, quando chegamos nesse nível há uma purificação da mente ( alma) onde o corpo “zerado”, sem forças para nada, cede espaço para o homem interior ( o Espírito) tornando assim um ser humano melhor, menos prepotente e mais equilibrado. É a popularmente denominada “Higiene Mental”.
Em fim, fazer trilhas é um exercício para a vida, é harmonia com o ambiente, é se sentir a própria natureza em perfeita simbiose. Que possamos desfrutar cada vez mais desse enorme privilégio de forma consciente não perdendo nenhum detalhe nessas jornadas.